Existem várias intolerâncias alimentares, que podem causar sintomas muito diversos. Para verificar se sofre ou não de alguma intolerância alimentar, pode fazer alguns testes de intolerância alimentar.

As intolerâncias alimentares correspondem a uma reação adversa, que sucede depois da exposição a um dado ingrediente.

Porém, essa reação não implica o sistema imunitário, ao contrário do que acontece no caso das alergias. Saiba melhor em que consistem estes testes e como funcionam.

O que são intolerâncias alimentares?

As intolerâncias alimentares são mais comuns do que as alergias alimentares, afetando 15% a 20% da população. Elas podem ter origem em mecanismos enzimáticos, farmacológicos ou outros. 1

Entendem-se por intolerâncias enzimáticas, defeitos no metabolismo, digestão e absorção de hidratos de carbono, lípidos ou proteínas. Consequentemente, pode haver dificuldades no funcionamento gastrointestinal e na absorção.

Já no que respeita às intolerâncias farmacológicas, estas têm origem nas aminas vasoativas e noutras substâncias que se encontram nos alimentos e têm atividade farmacológica.

Existem ainda intolerâncias alimentares não-definidas, como é o caso das reações a aditivos alimentares.

jovem com enxaqueca a tomar chá

As intolerâncias alimentares costumam causar sintomas horas ou mesmo dias após a ingestão do alimento que está na origem da intolerância. Os seus efeitos mais comuns são:

  • Intestino irritável;
  • Cefaleias;
  • Enxaquecas;
  • Fadiga;
  • Alterações do comportamento;
  • Urticária.

Principais intolerâncias alimentares

Há diversas intolerâncias alimentares, cada uma das quais com causas e efeitos distintos. Conheça algumas delas: 2

Intolerância aos hidratos de carbono

Os hidratos de carbono precisam de ser digeridos e absorvidos no trato gastrointestinal. Para isso, é necessária a ação de enzimas digestivas e de proteínas

Caso o processo digestivo ou absortivo não decorra convenientemente, os hidratos de carbono não são digeridos no trato gastro-intestinal, o que pode favorecer a formação de ácidos gordos, hidrogénio, dióxido de carbono e metano, resultando em sintomas de intolerância alimentar.

Intolerância aos dissacarídeos

A sacarose, presente na fruta, deve ser digerida, antes de ser absorvida. Para isso, é necessária a ação da enzima digestiva isomaltase.

A deficiência congénita nesta enzima tem como consequência uma incapacidade de digerir a sacarose e reações como má absorção, vómitos, flatulência e dor abdominal.

Intolerância à Lactose

Para que haja absorção da lactose, é necessária a hidrólise pela enzima lactase-florizina hidrolase (lactase).

Baixos níveis de lactase ou deficiência de lactase podem conduzir a uma intolerância à lactose, a qual pode ter como sintomas dor e distensão abdominal, flatulência, diarreia, borborigmo, náuseas e vómitos, após a ingestão de lactose.

queijos e lacticínios para intolerância

Intolerância às aminas biogénicas

A intolerância à histamina é um exemplo deste tipo de intolerância que tem origem num desequilíbrio entre a acumulação de histamina e a capacidade de degradação da mesma.

Entre os alimentos ricos nesta substância estão: vinho, queijo curado e carne processada ou alimentos contaminados por microorganismos.

As principais reações associadas a esta intolerância são: rinorreia, congestão nasal, cefaleia, dismenorreia, hipotonia, arritmias, urticária, prurido, rubor, asma e distúrbios gastrointestinais (epigastralgia difusa, cólica abdominal, flatulência e diarreia).

Intolerância aos aditivos alimentares

Os aditivos alimentares, como sulfitos, nitritos, nitratos, glutamato monossódico e alguns corantes, podem causar intolerância alimentar em determinadas pessoas, manifestando-se através de sintomas como asma, rinite, urticária e enxaqueca.

A importância dos testes de intolerâncias alimentares

Para avaliar se uma pessoa sofre de intolerâncias alimentares, a Unilabs disponibiliza o Teste de Intolerâncias Alimentares, um exame de sangue que mede anticorpos da classe IgG para 216 alimentos.

menina com dois pimentos Unilabs

Através deste exame, é possível identificar quais os alimentos geradores de intolerâncias em determinadas pessoas. Os resultados dos testes apresentam a intensidade da reação imunitária a cada categoria de alimento, a qual pode ir de 0 (sem reação) a 4 (reação muito grave).

Este teste é recomendado a todas as pessoas que suspeitem ter uma intolerância alimentar, devido a alguma reação que manifestem após a ingestão de determinado alimento.

Algumas das intolerâncias testadas através deste exame são a alimentos como: cereais com glúten, cereais sem glúten, carne, produtos lácteos e ovo, frutas, ervas e especiarias, nozes e sementes, vegetais, peixes e frutos do mar, legumes, saladas, cogumelos, entre outros. 3

Passo a passo

Para fazer este teste não precisa de estar em jejum. Basta, por isso, deslocar-se a uma Unidade Unilabs e fazer uma colheita de sangue. Depois, esse teste é enviado para o laboratório e resta aguardar pelos resultados que serão enviados passados 10 dias úteis.

Se pretende fazer um teste de intolerância alimentar nós ajudamos!
Saiba mais sobre o nosso teste neste folheto informativo.

Veja aqui

Tratamento das intolerâncias alimentares

O tratamento das intolerâncias alimentares passa pelo controlo dos episódios agudos e pela evicção dos alimentos, ingredientes ou aditivos causadores dessa intolerância.

Para isso, é importante ter em conta não só os alimentos ingeridos, como os rótulos das embalagens de todos os produtos consumidos. 4

casal a ler rótulo de produto alimentar

+ Fontes

  1. Direção-Geral da Saúde. (2012). Alergia Alimentar. Disponível em: https://www.dgs.pt/documentos-e-publicacoes/alergias-alimentares-jpg.aspx
  2. Rodrigues, Marisa Loio Rainho. (2011). Intolerâncias alimentares. Disponível em: https://eg.uc.pt/bitstream/10316/80971/1/Intoler%C3%A2ncias%20Alimentares.pdf
  3. Unilabs. Intolerâncias alimentares. Disponível em: https://www.unilabs.pt/intolerancias-alimentares
  4. Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica. (2019). Alergia alimentar: Conceitos, Conselhos e Precauções. Disponível em: https://www.spaic.pt/client_files/grupos_trabalho_publicacoes/alergia-alimentar-conceitos-conselhos-e-precaues.pdf
Unilabs Autor Unilabs

Presente em Portugal desde 2006, a Unilabs é líder nacional em Diagnóstico Clínico, com mais de 1000 Unidades de atendimento ao seu dispor. Serviços: Análises Clínicas, Cardiologia, Anatomia Patológica, Radiologia, Genética Médica, Medicina Nuclear, Gastrenterologia.