Com a aproximação do final do ano, aproximam-se também duas das festividades mais carismáticas: o Natal e a Passagem de Ano. Em termos alimentares sabemos que este é um período suscetível a exageros e, por isso, é importante conhecer dicas para sobreviver às festas sem engordar.

Para conseguir manter um peso equilibrado, não precisa de deixar de celebrar estes dias especiais, pelos quais espera todo o ano. Basta fazer algumas opções mais saudáveis, não esquecer o exercício físico e não prolongar as refeições mais gulosas além das datas festivas.

Para o ajudar nesta “missão” de sobreviver às festas sem engordar, reunimos duas mãos cheias de dicas para que consiga manter os ponteiros da balança equilibrados, mesmo em dias de festa e de alguns exageros.

10 dicas para a manutenção saudável de peso numa altura de excessos

A Direção-Geral da Saúde e o Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável reuniram 12 sugestões para um Natal mais saudável. 1

Inspirados pelas suas propostas, reunimos 10 dicas que vão ajudar a tornar as suas refeições festivas mais saudáveis e equilibradas, mas sem perderem o sabor, nem o toque especial típico desta época do ano.

Tente colocar em prática as seguintes recomendações e conselhos e consiga manter um peso saudável, mesmo festejando com rigor o Natal e a Passagem de Ano. Para isso, tome nota das próximas dicas!

1. Tomar um pequeno-almoço equilibrado

papas de aveia com mirtilos ao pequeno-almoço

Os pequenos-almoços das vésperas e dos dias de Natal e de Passagem do Ano devem ser saudáveis, ou seja, não devem incluir doces ou alimentos ricos em açúcares ou aditivos.

Assim, vai ficar saciado e não começará o dia com uma refeição demasiado calórica. Por isso, opte por um pequeno-almoço nutritivo e variado, composto por fruta, cereais integrais, iogurtes, entre outros alimentos equilibrados e do seu gosto.

2. Começar as refeições com uma sopa

As refeições quer do Natal, quer da Passagem de Ano, devem ser iniciadas com uma sopa que inclua ingredientes como hortícolas e leguminosas (feijão, ervilha, grão).

Assim, além de contribuir para a sua hidratação e ser uma fonte rica em vitaminas, fibras, minerais e antioxidantes, é extremamente saciante e pobre em calorias. Deste modo, conseguirá controlar melhor aquilo que vai comer como prato principal e sobremesa.

3. Acompanhar os pratos com vegetais

bacalhau cozido com grelos e puré

Sem fugir aos pratos típicos das épocas festivas, procure acompanhá-los com hortícolas, grelos, cogumelos, purés de lentilhas, de ervilhas, de castanhas, beringelas e curgetes.

Esta é uma opção saborosa, que diminui o número de calorias do prato e ainda torna a refeição mais pobre em gordura e colesterol.

4. Preferir estufados, cozidos e grelhados

De entre as refeições tradicionais do final do ano, há várias opções que podem ser confecionadas de modo equilibrado, através de estufados, cozidos a vapor ou grelhados.

Por outro lado, tente evitar os fritos e os assados, pois são pratos menos nutritivos e mais ricos em gordura.

5. Optar por pão integral

pão integral em tábua de madeira fatiado

Como entrada, evite aperitivos salgados ou calóricos e sirva, preferencialmente, pão, de preferência integral ou, então, com poucas calorias, gorduras e sal. Este é um alimento agradável, que facilita a digestão e ainda é rico em vitaminas.

6. Cozinhar arroz

Apesar deste alimento não fazer parte da maior parte dos pratos típicos das festas do final do ano, a verdade é que o arroz é um dos acompanhamentos mais apreciados no nosso país.

Além disso, é uma escolha saudável que pode ser preparada de muitas formas: simples ou malandro e enriquecido com hortícolas ou feijão e é altamente saciante.

7. Apostar nos figos, ameixas, passas e alperces secos

tigela de madeira com alperces e frutos secos

Apesar de também possuírem açúcar, estes alimentos têm fibra e pouco sal e gordura. Por isso, acabam por ser um bom substituto das bolachas, dos aperitivos doces e dos bolos que costumam dominar a mesa nas festas do final de ano.

8. Fazer uma salada de fruta

Uma excelente sobremesa, saborosa, colorida e saciante é uma salada de fruta que pode incluir vários frutos, como a tradicional romã.

Esta é uma opção nutricionalmente muito rica e pouco calórica. Além disso, é uma fonte de fibra e de água que vai evitar que tenha tanta vontade de comer doces.

9. Beber água

copo de vidro em cima da mesa com água

Os excessos das festas de final do ano refletem-se não só naquilo que se come, mas também naquilo que se bebe. As bebidas açucaradas/refrigerantes e o álcool costumam dominar a mesa.

Contudo, é importante que a água também esteja presente e que vá sendo ingerida ao longo das refeições. Esta é uma escolha saudável que melhora a diurese, regula a pressão arterial, aumenta a saciedade e evita que se exagere no consumo de sumos ou de vinho.

10. Fazer exercício físico

É inevitável que se coma e beba um pouco mais nestas festas de final do ano. Além disso, são mais as horas passadas à mesa, circunstância que contribui para dias mais sedentários.

Por essa razão, é necessário compensar essa situação com uma prática reforçada de atividade física nos dias anteriores e posteriores às datas festivas, seja com a realização de exercício físico, com caminhadas, corridas ou idas extra ao ginásio.

Procure colocar em prática estas dicas e viva intensamente o Natal e a Passagem de Ano de 2021, conseguindo ainda assim sobreviver às festas sem engordar!

O exercício físico é fundamental para o seu bem-estar e estilo de vida saudável!
Com o check-up MOVE consegue perceber qual a sua condição física!

Saiba tudo sobre este check-up importante

+ Fontes

  1. Nutrimento. (2018). 12 Sugestões para um Natal mais saudável. Disponível em: https://nutrimento.pt/activeapp/wp-content/uploads/2018/12/12-sugestoes-para-um-natal-mais-saudavel.pdf
Unilabs Autor Unilabs

Presente em Portugal desde 2006, a Unilabs é líder nacional em Diagnóstico Clínico, com mais de 1000 Unidades de atendimento ao seu dispor. Serviços: Análises Clínicas, Cardiologia, Anatomia Patológica, Radiologia, Genética Médica, Medicina Nuclear, Gastrenterologia.