A ortopantomografia é um exame imagiológico fundamental para a Medicina Dentária para entender a anatomia oral dos pacientes.

A ortopantomografia, também designada por radiografia panorâmica, é um exame bastante comum em Medicina Dentária. Este exame, permite obter informações fundamentais sobre a saúde e anatomia da boca dos pacientes, nomeadamente complicações que afetem os dentes, os maxilares, a mandíbula e também orientar a intervenção cirúrgica.

O que é a ortopantomografia?

A ortopantomografia ou radiografia panorâmica é um exame de diagnóstico por imagem, fundamental na avaliação do maxilar superior e inferior, arcadas dentárias e estruturas anatómicas vizinhas.

Embora a anatomia da mandíbula e arcadas dentárias seja curva, a radiografia panorâmica permite a obtenção de uma imagem plana (bidimensional). Desta forma, o médico dentista pode visualizar a existência de doenças periodontais, o estado da estrutura óssea, possíveis anomalias e ainda a presença de dentes inclusos.

Assim, a ortopantomografia é essencial nos procedimentos de medicina dentária, nomeadamente na realização de implantes dentários, cirurgia oral, ortodontia (correção da posição dos dentes) e periodontia (tratamento de doenças de implantação e suporte dos dentes).

Mulher a fazer exame num ortopantomógrafo digital

Como é realizada a ortopantomografia?

A ortopantomografia é um exame rápido, indolor e cómodo para o paciente, realizado com recurso a um ortopantomógrafo.

Para a realização do exame é necessário retirar a prótese dentária (caso se aplique) e todos os objetos metálicos da região da cabeça e pescoço, nomeadamente óculos, brincos, piercings e colares.

Em seguida, o técnico de radiologia posiciona o paciente no ortopantomógrafo, ajustando-o à sua anatomia. O exame pode ser realizado em pé ou, caso necessário, sentado em cadeira de rodas.

A cabeça do paciente é alinhada criteriosamente e este tem de morder uma pequena peça que garante a não-sobreposição dos dentes. A correta posição da cabeça e dos dentes é essencial para obter uma imagem nítida e com valor diagnóstico.

Já com o paciente alinhado, a imagem é adquirida ao fazer o braço do equipamento girar em torno da cabeça. É fundamental que o paciente se mantenha imóvel durante os poucos segundos que dura a aquisição panorâmica da imagem. Em menos de um minuto, é possível visualizar a imagem obtida.

Dentista a analisar ortopantomografia

Quando é indicado realizar uma ortopantomografia?

A ortopantomografia é requisitada frequentemente por médicos dentistas e tem como principais objetivos o diagnóstico de patologias, viabilidade de tratamentos orais e sua eficácia e ainda, o planeamento de intervenções cirúrgicas. Assim, algumas das suas indicações são:

  • Avaliação de doença periodontal;
  • Deteção de cáries;
  • Deteção de fraturas dentárias;
  • Pesquisa de reabsorções ósseas e existência de quistos nos maxilares;
  • Tumores nos maxilares que podem estar associados (ou não) a tumor na cavidade oral;
  • Avaliação da erupção na dentição definitiva incluindo os dentes do siso;
  • Alterações congénitas ou adquiridas nos maxilares;
  • Investigação de lesões periapicais e tratamento endodôntico;
  • Planeamento e avaliação do tratamento ortodôntico;
  • Planeamento da reabilitação oral com implantes dentários;
  • Avaliação da articulação temporomandibular (ATM);
  • Em odontopediatria, no que respeita à prevenção de complicações na saúde oral da criança.

É necessária preparação para o exame?

Não é necessária qualquer preparação para este exame. A única indicação dada ao paciente é para retirar a prótese dentária (caso se aplique) e os objetos metálicos que possa ter na região da face e pescoço, nomeadamente óculos, brincos, colares e piercings.

Retirar estes objetos é fundamental para que não interfiram na qualidade da imagem e no diagnóstico.

Nos pacientes pediátricos, é essencial tranquilizar a criança. Aqui, os pais em conjunto com o técnico de radiologia, devem adequar a explicação do exame à sua idade. Desta forma, é possível garantir que a criança é colaborante na execução do exame, ao mesmo tempo que a qualidade do diagnóstico é assegurada e a experiência é positiva.

Limitações da ortopantomografia

A ortopantomografia é solicitada para a avaliação inicial dos dentes e estruturas ósseas, através de uma imagem bidimensional (plana). Logo, este exame não fornece informações específicas sobre determinado dente e tecidos moles adjacentes e, por vezes, a pouca nitidez da imagem é também uma limitação.

Assim, caso o médico dentista necessite de informações mais precisas, pode complementar a informação clínica solicitando uma tomografia computorizada ou ressonância magnética.

Riscos associados à ortopantomografia

Devido ao avanço tecnológico vivido nos últimos anos na área da radiologia, é possível realizar atualmente a ortopantomografia com uma baixa dose de radiação. Logo, é um exame seguro para o paciente.

No entanto, alguns pacientes podem necessitar de cuidados adicionais no que respeita à exposição a radiação, sendo o risco-benefício da sua realização avaliado pelo médico que prescreve o exame.

Gravidez

A realização de exames que envolvam radiação ionizante durante a gravidez deve ser sempre bem ponderada.

A ortopantomografia envolve pouca radiação e não é uma contra-indicação absoluta na gravidez. Contudo, caso esteja grávida ou exista essa possibilidade, deve informar o técnico de radiologia desse facto, de forma a ser colocada uma proteção de chumbo.

Criança no dentista

Infância

Na infância, a ortopantomografia permite a análise e diagnóstico atempado de alterações na dentição de leite e nos maxilares. Por isso, este exame permite preservar a saúde oral da criança e evitar inúmeros problemas futuros que lhe trarão desconforto e dor.

Conclusão

A ortopantomografia é um exame de diagnóstico por imagem, fundamental em Medicina Dentária. É um exame de baixo custo, indolor e de rápida execução, que permite obter informações essenciais sobre o estado da saúde oral dos pacientes. O avanço tecnológico permite atualmente obter imagens utilizando uma pequena dose de radiação, o que faz também da ortopantomografia um exame seguro para todos os pacientes.

PRECISA DE FAZER UMA ORTOPANTOMOGRAFIA?
Marque já o seu exame online. É muito simples!

Marcar exame

+ Fontes

  1. Centers for Disease Control and Prevention (2020). Radiation and Pregnancy: A Fact Sheet for Clinicians. Acedido a 28 de Novembro de 2020. Disponível em: https://www.cdc.gov/nceh/radiation/emergencies/prenatalphysician.htm
  2. Internacional Atomic Energy Agency (2020). Radiation protection of pregnant woman in radiology. Acedido a 28 de Novembro de 2020. Disponível em: https://www.iaea.org/resources/rpop/health-professionals/radiology/pregnant-women
  3. Internacional Atomic Energy Agency (2020). Radiation protection of children in radiology. Acedido a 28 de Novembro de 2020. Disponível em: https://www.iaea.org/resources/rpop/health-professionals/radiology/children
Tags
Unilabs Autor Unilabs

Presente em Portugal desde 2006, a Unilabs é líder nacional em Diagnóstico Clínico, com mais de 1000 Unidades de atendimento ao seu dispor. Serviços: Análises Clínicas, Cardiologia, Anatomia Patológica, Radiologia, Genética Médica, Medicina Nuclear, Gastrenterologia.