Trabalhar a partir de casa parece só ter vantagens, mas não é bem assim. Saiba como trabalhar em casa de forma produtiva.

Com o surto provocado pela COVID-19 o número de pessoas a trabalhar a partir de casa aumentou. De forma súbita, muitas pessoas viram-se obrigadas a criar em casa um espaço onde fosse possível trabalhar, no entanto, nem sempre é fácil otimizar a produtividade e o bem-estar a partir do domicílio. Para ajudar, vamos deixar algumas dicas sobre como trabalhar em casa de forma produtiva.

Trabalhar a partir de casa: vantagens e desvantagens

Mulher a trabalhar em casa

À primeira vista, trabalhar a partir de casa parece uma tarefa de sonho, contudo, esta forma de trabalhar não funciona para todas as pessoas de igual forma e são vários os desafios a enfrentar, nomeadamente saber como trabalhar em casa de forma produtiva.

Trabalhar a partir de casa permite:

  • Evitar deslocações cansativas e dispendiosas;
  • Trabalhar no conforto doméstico;
  • Ausência da presença física dos superiores hierárquicos;
  • Maior proximidade com a família;
  • Maior flexibilidade de horário.

Todavia, de forma geral, trabalhar a partir de casa exige alguma disciplina e flexibilidade, sobretudo se a habitação for partilhada com outros familiares, nomeadamente crianças.

Outros aspetos menos positivos apontados ao trabalho a partir de casa são:

  • Solidão;
  • Maior quantidade de estímulos distratores;
  • Dificuldade em “desligar” do trabalho após o horário;
  • Menor interação com os colegas de trabalho1, 2 .

Felizmente, com a implementação de algumas estratégias é possível alcançar o equilíbrio entre a vida familiar e profissional e descobrir como trabalhar em casa de forma produtiva.

Como trabalhar em casa de forma produtiva? 8 dicas úteis

Ser eficiente e produtivo a partir de casa é possível, contudo, esta tarefa pode ser mais exigente para quem não adotou o trabalho remoto por opção, mas antes como medida de contenção do surto de COVID-19. Estas 8 dicas vão ajudar a descobrir como trabalhar em casa de forma produtiva:

1. Definir o espaço de trabalho

A escolha do espaço destinado ao trabalho remoto é importante. Deve ser escolhido um local que permita estar o mais afastado possível de ruídos ou atividades domésticas. Deve ser um local distinto daquele que habitualmente é utilizado para dormir/descansar e daquele em que habitualmente são realizadas as refeições.

Trabalhar a partir de casa possibilita a otimização do espaço de trabalho. Por exemplo, é importante escolher, dentro do possível, um espaço confortável, personalizado, com uma vista agradável, com entrada de luz natural1, 3 .

Mulher a utilizar o computador sentada na mesa de trabalho

2. Respeitar as regras de ergonomia

Para manter a produtividade e a qualidade do trabalho, importa atender à ergonomia:

  • Manter o monitor a uma distância entre 45 a 70 centímetros e à altura dos seus olhos;
  • Procurar descansar a vista, olhando pela janela ou para outros objetos relativamente distantes, evitando estar mais do que duas horas seguidas a olhar para o computador;
  • Manter ambos os pés no chão e utilizar as costas da cadeira para manter uma postura direita e apoiada3 .

3. Minimizar distrações

Manter o foco no trabalho por longos períodos de tempo pode ser mais desafiante a partir de casa, pelo que importa afastar todas as distrações e minimizar as possíveis interrupções.

Se há crianças em casa, os pais devem, junto delas, identificar as circunstâncias em que é razoável interromper o trabalho dos adultos e estabelecer regras. Caso mais que um adulto esteja a trabalhar a partir de casa, é importante que se coordenem de forma que cada um possa realizar o seu trabalho da melhor forma possível3, 4 .

4. Estabelecer e cumprir horários e limites

Alguns trabalhadores tendem a trabalhar mais horas quando se encontram a realizar trabalho remoto, muitas vezes porque sentem que devem trabalhar mais para mostrar que estão efetivamente a trabalhar e a ser produtivos.

É importante saber como trabalhar em casa de forma produtiva, no entanto, uma situação de sobrecarga de trabalho não é benéfico para a saúde física e mental.

Assim sendo, é importante definir um horário de trabalho concreto, objetivos diários e tarefas a cumprir. Para tal há que analisar aquilo que precisa ser feito e quantas horas são necessárias para o realizar. Quando tudo estiver terminado, é hora de afastar o computador3, 4 .

5. Planear e cumprir uma rotina

Mesmo sem sair de casa, é importante criar uma rotina de trabalho e adotar uma atitude profissional. Passar o dia inteiro de pijama pode se tentador, mas não é o mais saudável.

Definir rotinas e adotar uma atitude profissional, mesmo estando em casa, é crucial para maximizar a produtividade. Estas rotinas vão ajudar a “entrar” e a “sair” do modo de trabalho.

Por exemplo, se trabalhamos num escritório, a viagem de casa até ao local de trabalho e vice-versa é parte da rotina diária e é sinal de que vamos iniciar ou terminar o dia de trabalho. É importante criar este tipo de rotina, ainda que adaptada ao ambiente doméstico3, 4 .

Mulher a trabalhar a partir de casa

6. Organizar todas as tarefas

Compatibilizar as exigências da vida pessoal/familiar com as exigências do trabalho a partir de casa nem sempre é tarefa simples.

Para simplificar essa tarefa importa ser capaz de definir quais as tarefas mais e menos prioritárias, deixando as tarefas que necessitem de maior concentração para períodos do dia em que a probabilidade de interrupção é menor3 .

7. Respeitar os momentos de pausa

Trabalhar a partir de casa pode ser especialmente exigente e pode haver a tendência de trabalhar para lá do horário. É importante não só definir e cumprir um horário de trabalho realista e saudável, como também criar e cumprir momentos de pausa e de lazer ao longo do dia3 .

8. Manter interações sociais

A interação social é uma das grandes mais-valias do trabalho presencial, no entanto, com as ferramentas digitais de que hoje dispomos, trabalhar a partir de casa não deve ser sinónimo de solidão e isolamento.

Mesmo à distância é possível manter o contacto com os colegas de trabalho, quer para colocar em prática as habituais dinâmicas de trabalho, quer para momentos de maior informalidade e lazer.

Mais ainda, trabalhar remotamente não significa trabalhar sozinho. É possível manter o trabalho em equipa, desde que esteja implementado um bom plano de comunicação e estejam disponíveis as ferramentas digitais adequadas3, 5 .

PRECISA DE FAZER EXAMES OU ANÁLISES?
Verifique as unidades em funcionamento

Ver unidades

+ Fontes

  1. Bernheimer , L. (2020). Working from Home: How to Optimize Productivity and Well-Being. Psychology Today. Disponível em: https://www.psychologytoday.com/us/blog/the-shaping-us/202004/working-home-how-optimize-productivity-and-well-being
  2. Nemko, M. (2019). Making Remote Work Work. Psychology Today. Disponível em: https://www.psychologytoday.com/us/blog/how-do-life/201903/making-remote-work-wor
  3. Ordem dos Psicólogos Portugueses. (2020). COVID-19 Recomendações para quem está em teletrabalho. Disponível em: https://www.ordemdospsicologos.pt/ficheiros/documentos/covid_19_recomendacoes_teletrabalho.pdf
  4. Streep, P. (2020). Weirded Out by Working From Home? 7 Tips to Make It Easier. Psychology Today. Disponível em: https://www.psychologytoday.com/intl/blog/tech-support/202003/weirded-out-working-home-7-tips-make-it-easier
  5. Khazan, I. (2020). 7+7 Strategies for Working from Home During COVID-19. Psychology Today. Disponível em: https://www.psychologytoday.com/us/blog/biofeedback-and-mindfulness-in-everyday-life/202003/77-strategies-working-home-during-covid-19
Unilabs Autor Unilabs

Presente em Portugal desde 2006, a Unilabs é líder nacional em Diagnóstico Clínico, com mais de 1000 Unidades de atendimento ao seu dispor. Serviços: Análises Clínicas, Cardiologia, Anatomia Patológica, Radiologia, Genética Médica, Medicina Nuclear, Gastrenterologia.