O dia a dia das crianças sofreu enormes mudanças devido à COVID-19. Saber como explicar às crianças o momento atual de pandemia é tarefa dos adultos.

Os pais enfrentam o grande desafio de descobrir como explicar às crianças o momento atual de pandemia. Embora possam ser conversas difíceis, é importante que aconteçam.

COVID-19 e a saúde mental das crianças: qual o impacto?

Menina com máscara de proteção

A pandemia por COVID-19, que teve início na China no final de 2019, levou ao encerramento temporário dos estabelecimentos de ensino, ao fecho de grande parte do comércio, à adoção do teletrabalho como norma e ao isolamento social, ou seja, provocou enormes transformações na vida das famílias e está a causar um profundo impacto em todo o mundo.

Há já investigações a decorrer acerca do impacto que o momento atual de pandemia pode ter ao nível da saúde mental dos mais pequenos. Será necessário mais tempo e mais investigações para alcançar conclusões mais robustas.

Todavia, estes estudos parecem indicar que, tal como acontece noutras situações de crise, esta pandemia pode ter efeitos negativos ao nível da saúde física e mental das crianças, nomeadamente devido à abrupta alteração da rotina diária, ao longo período de confinamento doméstico e à excessiva exposição a notícias acerca do novo coronavírus1 .

Como explicar às crianças o momento atual de pandemia?

Não há formas “certas” ou “erradas” de conversar com as crianças acerca da situação de crise que vivemos, até porque todas as crianças reagem e expressam as suas emoções de forma diferente.

É natural que os pais se sintam inseguros acerca da melhor forma e ocasião para conversar com os seus filhos sobre o momento atual. É importante que os pais não evitem nem contornem o assunto, até porque as notícias acerca do novo coronavírus sucedem-se na televisão e na internet.

Saber como explicar às crianças o momento atual de pandemia não é tarefa fácil, mas estas 7 sugestões podem ser úteis:

1. Propiciar o ambiente adequado

Os pais devem mostrar-se disponíveis para esclarecer e apoiar os filhos. Devem criar um ambiente sereno, para que as crianças sintam que podem colocar todas as suas dúvidas e receios2 .

Mãe a conversar com a filha em casa

2. Mostrar honestidade

Os pais devem responder às perguntas colocadas pelas crianças de forma honesta. As crianças geralmente sabem ou eventualmente descobrem quando os pais não estão a ser verdadeiros. Não ser honesto e não transmitir informação real pode afetar, no futuro, a capacidade das crianças confiarem naquilo que lhes é transmitido pelos pais. Assim, se não sabe como explicar às crianças o momento atual de pandemia, comece por ser honesto e verdadeiro2 .

3. Disponibilizar informação fidedigna e adaptada

É fundamental que os pais recorram a informação clara e real. Podem, em conjunto com as crianças, procurar informações precisas e atualizadas junto das entidades de referência, como a Organização Mundial de Saúde e a Direção-Geral da Saúde.

É igualmente importante que os pais adaptem as palavras e os conceitos à idade e capacidade de compreensão das crianças. A melhor forma de receber informação importante é através dos adultos de referência. Assim que os pais providenciem esta informação, o acesso e a exposição a notícias acerca da COVD-19, pode e deve ser limitado2, 3 .

4. Confirmar e repetir

Os pais devem estar disponíveis e preparados para repetir informações e explicações várias vezes, na medida em que algumas informações podem ser difíceis de aceitar ou entender. Mais ainda, devem sempre confirmar que as crianças compreenderam corretamente a mensagem transmitida2, 3 .

Mãe e filha a abraçarem-se

5. Validar sentimentos

Os pais devem reconhecer e validar os pensamentos, sentimentos e reações das crianças. Devem mostrar aos filhos que consideram que as suas perguntas e preocupações são importantes e apropriadas, bem como devem dar-lhes oportunidade de expressar os seus sentimentos e receios (por exemplo, medo, aborrecimento, frustração).

Importa lembrar que as crianças tendem a personalizar as situações ou seja, numa situação como a que vivemos tendem a preocupar-se com a sua própria segurança e com a segurança dos familiares mais próximos. Os pais devem mostrar que estão seguros em casa, sem cair na tentação de fazer promessas irrealistas (por exemplo, prometer que não haverá nenhum caso na comunidade envolvente)2, 3 .

6. Encorajar uma atitude positiva

É importante transmitir confiança aos mais pequenos. Há que explicar que os organismos de saúde e os próprios pais estão a trabalhar para o acesso a bens necessários, saúde e segurança das crianças e de todas as pessoas. Mais ainda, importa assegurar que este momento de crise não irá durar para sempre.

Pode também ser útil mostrar às crianças que existem muitas pessoas e instituições a ajudar as pessoas afetadas pelo surto provocado pelo novo coronavírus. É uma boa oportunidade para mostrar às crianças que, quando algo assustador ou menos bom acontece, há sempre pessoas prontas a ajudar2, 3 .

7. Procurar ajuda

Crianças que se mostrem excessivamente preocupadas acerca do surto provocado pelo novo coronavírus, de tal forma que o seu dia-a-dia começa a ser afetado, devem ser avaliadas por um profissional de saúde mental treinado e qualificado. Mais ainda, crianças que sofreram doenças graves ou perdas no passado podem ser particularmente vulneráveis, pelo que podem precisar de apoio e atenção redobrados.

Outros sinais de que uma criança pode precisar de ajuda adicional incluem: distúrbios contínuos do sono; pensamentos ou preocupações intrusivos; medos recorrentes sobre doenças ou morte; relutância em deixar os pais ou em ir à escola. Se estes comportamentos persistirem, importa pedir aconselhamento ao pediatra ou ao médico de família2 .

PRECISA DE FAZER EXAMES OU ANÁLISES?
Verifique as unidades em funcionamento

Ver Unidades

+ Fontes

  1. Aten, J. (2020). COVID-19 and Children’s Mental Health. Psychology Today. Disponível em: https://www.psychologytoday.com/us/blog/hope-resilience/202004/covid-19-and-children-s-mental-health
  2. Fassler, D. (2020). Talking to Children About Coronavirus (COVID19). American Academy of Child & Adolescent Psychiatry. Disponível em: https://www.aacap.org/App_Themes/AACAP/Docs/latest_news/2020/Coronavirus_COVID19__Children.pdf
  3. Ordem dos Psicólogos Portugueses. (2020). COVID-19 Como explicar a uma criança a importância das medidas de distanciamento social e isolamento? Disponível em: https://www.ordemdospsicologos.pt/ficheiros/documentos/covid_19_criancas_.pdf
Unilabs Autor Unilabs

Presente em Portugal desde 2006, a Unilabs é líder nacional em Diagnóstico Clínico, com mais de 1000 Unidades de atendimento ao seu dispor. Serviços: Análises Clínicas, Cardiologia, Anatomia Patológica, Radiologia, Genética Médica, Medicina Nuclear, Gastrenterologia.