Há alguns ingredientes que, pelas suas caraterísticas, são capazes de aumentar a nossa temperatura corporal e, como consequência, acelerar o nosso metabolismo. Como tal, há uma maior eliminação de gorduras. Os alimentos que reúnem estas propriedades são chamados de alimentos termogénicos.

Grande parte destes alimentos é rica em substâncias, como a capsaicina, a efedrina ou a cafeína que, além de queimarem gorduras, ajudam a diminuir os níveis de colesterol. 1 2

O que são alimentos termogénicos e quais as suas funções

Pelas suas funções, os alimentos termogénicos são bastante procurados por quem quer perder peso. Porém, há que saber que nem todos os ingredientes ditos termogénicos o são realmente.

Para perceber exatamente o que são alimentos termogénicos, há que considerar determinados nutrientes, que são responsáveis por criarem o efeito termogénico no organismo e, assim, elevar a oxidação de gordura e contribuir para a perda de peso.

mulher a pegar em halter

De entre esses nutrientes, merece destaque a proteína, um macronutriente com um forte poder termogénico que ajuda a aumentar a massa e o tecido muscular e a elevar o metabolismo.

Outros dos nutrientes a ter em conta são os hidratos de carbono e os lípidos. Assim, os alimentos ricos nestes nutrientes são, potencialmente, termogénicos.

Convém, também, explicar que esta aceleração do metabolismo não vai além das 100 Kcal, o que significa que, para surtir efeito, é importante que a ingestão dos alimentos termogénicos seja acompanhada de outras boas práticas, como a realização de exercício físico e de uma alimentação globalmente equilibrada. 1 2

10 alimentos termogénicos

Agora que já sabe o que são alimentos termogénicos e quais as suas principais caraterísticas e funções, fique a conhecer alguns exemplos destes alimentos e inclua-os numa dieta saudável e equilibrada.

1. Canela

colher com canela e pau de canela

Esta especiaria ajuda a regular os níveis de glicose do nosso corpo, estabilizando-os e evitando alterações nos níveis de insulina ou de açúcar presentes no sangue, e que são causadores de uma sensação de fome.

2. Espargos

espargos em tábua de madeira

Os espargos são um alimento saboroso e com qualidades termogénicas. Eles ajudam a regular o aparelho digestivo e os níveis de açúcar e de gordura, além de serem ricos em fibra.

3. Óleo de coco

frasco de óleo de coco sólido

O óleo de coco pode e deve ser integrado nas suas refeições, pois estimula o sistema imunitário e digestivo e o metabolismo, além de favorecer a perda de peso e a regulação dos níveis de colesterol.

4. Mostarda

mostarde em molho e semente

A mostarda é capaz de aumentar para o dobro o metabolismo normal de um indivíduo. Contudo, deve ser consumida com moderação, para prevenir o consumo excessivo de calorias.

5. Gengibre

colher com gengibre

O gengibre pode ser adicionado a vários pratos e, além de sabor, ele vai ajudar a aumentar o metabolismo, graças às suas caraterísticas termogénicas.

Tem ainda uma função anti-inflamatória.

6. Aveia

tigela com flocos de aveia

Para digerir a aveia, é necessário que o nosso organismo despenda muita energia e, por isso, é considerado um alimento termogénico. Ele equilibra os níveis de açúcar e favorece o gasto de calorias.

7. Clara de ovo

ovo aberto a meio

Como tem muita proteína, a clara de ovo ajuda a adquirir massa magra, pois o processo de digestão deste ingrediente exige um grande consumo de energia.

8. Chá de hibisco

chávena branca com chá de hibisco

Este chá também é considerado termogénico, pois ajuda a eliminar gordura corporal e a emagrecer, evitando a retenção de líquidos.

9. Pimenta

colher com pimentas variadas

A pimenta, sobretudo a pimenta picante, é um ótimo termogénico porque, acelera significativamente o metabolismo, constituindo uma fonte de energia.

10. Chá verde

chávena de chá verde

Finalmente, o chá verde é outro chá que também contribui para a termogénese, pelo que causa a oxidação da gordura.

Antes de privilegiar alimentos termogénicos na sua dieta, deve consultar um especialista, de modo a ter o devido acompanhamento. Além disso, deve ponderar sobre certas contraindicações que existem, quanto ao seu consumo.

Por exemplo, os alimentos termogénicos não devem ser consumidos à noite, para não interferirem na higiene do sono, assim como não devem ser ingeridos em excesso, para evitar efeitos secundários, como dores de cabeça, tonturas, insónias e problemas gastrointestinais.

Faça um check-up e avalie o estado da sua Saúde.
Sem marcação prévia, cuidar da sua Saúde é ainda mais fácil.

Marcar agora

+ Fontes

  1. Lima, Rita. (2020). Alimentos termogénicos: a realidade atual. Disponível em: https://www.vidaativa.pt/alimentos-termogenicos/
  2. Westerterp, Klaas R. (2004). Diet induced thermogenesis. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC524030/
  3. Medical News Today. (2019). Best 10 foods to boost metabolism. Disponível em: https://www.medicalnewstoday.com/articles/325237
Unilabs Autor Unilabs

Presente em Portugal desde 2006, a Unilabs é líder nacional em Diagnóstico Clínico, com mais de 1000 Unidades de atendimento ao seu dispor. Serviços: Análises Clínicas, Cardiologia, Anatomia Patológica, Radiologia, Genética Médica, Medicina Nuclear, Gastrenterologia.