Com o estudo do sono vai conseguir compreender melhor tudo o que acontece no seu corpo durante a noite e despistar possíveis doenças do sono.

Um dos elementos com mais impacto na saúde mental e qualidade de vida de uma pessoa é o sono. Assim, se sente que a noite não é um momento de descanso absoluto e acorda cansado muitas vezes, o estudo do sono é fundamental para despistar possíveis problemas.

A medicina do sono considera a existência de diversos tipos de perturbação do sono, estudando cada doente individualmente. Este estudo ajuda a diagnosticar diversas doenças de sono e permite também ajustar um plano de tratamento de modo a que se consiga obter os melhores resultados.

Em que consiste o estudo do sono?

O traçado do sono é obtido durante um estudo poligráfico – chamado de polissonografia ou PSG. Este estudo, não invasivo e indolor, consiste no registo simultâneo de vários parâmetros fisiológicos, realizado por um dispositivo específico, durante o sono.

Os parâmetros avaliados incluem ondas cerebrais, níveis de oxigénio, frequência cardíaca e respiratória, movimento dos olhos e dos membros e, ainda, o ressonar.

No entanto, o principal indicador obtido é o índice de apneia e hipopneia ou IAH que indica o número de apneias e hipopneias, por hora, durante o estudo do sono. Pode ser classificado da seguinte forma:

Gravidade da apneia do sono IAH
Normal Inferior a 5
Leve 5 a 15
Moderado 15 a 30
Grave Superior a 30

estudo-do-sono-mulher-a-dormir-descansada

Tipos de polissonografia

Existem algumas formas de se realizar este estudo, que podem ser divididas em 3 níveis:

1. Registo Poligráfico de Sono Tipo I

Também denominado de vídeo-polissonografia, é o estudo com maior sensibilidade e menos falhas e é realizado em laboratório de sono (em ambulatório) observado por um técnico certificado.

É o exame tecnicamente mais complexo onde são monitorizados parâmetros EEG para o estadiamento do sono, avaliação cardio-respiratória, roncopatia, fluxo oronasal, oximetria e EMG (deteção de movimentos anormais).

Implica estadia na clínica durante uma noite.

2. Registo Poligráfico de Sono Noturno (Tipo II)

Este estudo é uma polissonografia ambulatória realizado sem a observação de um técnico certificado, em casa. Consiste na monitorização de parâmetros EEG para o estadiamento do sono, avaliação cardio-respiratória, roncopatia, fluxo oronasal, oximetria e EMG (deteção de movimentos anormais).

É efetuado no domicílio do utente.

3. Registo Poligráfico cardio-respiratório noturno (Tipo III)

Este é um estudo realizado em casa e, portanto, sem a observação de um técnico. É feito o registo de vários parâmetros fisiológicos nomeadamente cardio-respiratórios, roncopatia, fluxo oronasal e oximetria relacionados com o sono durante uma noite.

É efetuado no domicílio do utente.

estudo-do-sono-mulher-cansada-no-escritorio

Em que casos pode ser feito o estudo do sono?

Podem (e devem) realizar este tipo de estudo os indivíduos com as seguintes alterações:

Dificuldade em permanecer acordado durante tarefas importantes como, por exemplo, conduzir;

  • Sonolência diurna constante;
  • Ressonar alto ao ponto de se tornar incomodativo;
  • Suspeita de paragens respiratórias;
  • Doença coronária e apneia;
  • Acidente vascular cerebral;
  • Obesidade
mulher-com-mascara-estudo-do-sono

Como é feita a polissonografia?

Este estudo do sono é realizado com recurso a sensores que são colocados no corpo do utente antes deste adormecer para que seja feita a avaliação do sono. Assim, a polissonografia é realizada enquanto o utente dorme.

Os sensores permitem recolher e registar a atividade elétrica cerebral (electroencefalograma), a atividade muscular (eletromiograma), a atividade cardíaca (electrocardiograma), os movimentos oculares (eletrooculograma), a respiração (fluxo oro-nasal, movimentos torácicos e abdominais) e, ainda, a oxigenação do sangue (oximetria).

Os sensores são colocados em diferentes locais do corpo: couro cabeludo, região inferior do tórax, no dedo da mão, nas pernas e ainda uma canula no nariz e boca. Todos estes sensores estão ligados a um computador que regista todas as oscilações.

Para que o registo seja feito da melhor forma possível, existem alguns cuidados que deve ter:

  • Fazer a rotina o mais normal possível, incluindo as refeições e medicação às horas normais e exercício físico habitual;
  • Não beber álcool nem bebidas com cafeína nessa tarde e noite;
  • Fazer uma refeição ligeira ao jantar;
  • Não dormir depois das 6h da manhã e não dormir sestas;
  • Evitar aplicar produtos na pele, seja champôs, maquilhagem ou cremes para que não hajam interferências nos sensores;
  • Utilizar roupa de dormir confortável uma vez que os elétrodos serão colocados por cima da roupa.

ESTUDO DO SONO
Faça o seu pedido de marcação!

Marcar agora

Resultados do estudo do sono

O exame tem a duração de uma noite inteira uma vez que o tempo depende dos hábitos de sono do utente, da hora a que se deita e que se levanta.

Posteriormente, os dados serão tratados informaticamente e interpretados pelo médico especializado. Esta interpretação da polissonografia é verificada por períodos de 30 segundos de forma a avaliar e analisar todos os segundos da sua noite de sono.

No final, o médico dará um relatório pormenorizado do estudo com as conclusões deste, que, quando apresentam um resultado normal, indicam a ausência de doenças de sono.

Unilabs Autor Unilabs

Presente em Portugal desde 2006, a Unilabs é líder nacional em Diagnóstico Clínico, com mais de 1000 Unidades de atendimento ao seu dispor. Serviços: Análises Clínicas, Cardiologia, Anatomia Patológica, Radiologia, Genética Médica, Medicina Nuclear, Gastrenterologia.