Fique a par dos diferentes tipos de ecografia existentes bem como das vantagens e desvantagens desta técnica.

A ultrassonografia ou, vulgarmente designada, ecografia é um dos exames complementares de diagnóstico e terapêutica (MCDT), pertencentes à área da Imagiologia.

Esta tecnologia médica utiliza a propriedade de ultrassons (ondas sonoras de alta frequência), nomeadamente a sua reflexão nas diversas estruturas do organismo, com a finalidade de avaliar um determinado tecido/órgão 1, 2.

O princípio deste exame está relacionado com a emissão de ondas ultrassónicas de alta frequência, através de um transdutor, que vão ser transmitidas ou reflectidas de forma diferente pelos tecidos biológicos que atravessam, novamente captadas pelo transdutor e transformadas em imagem passível de visualização num monitor.

Como se realiza a ecografia?

Para a realização do exame, o utente deita-se numa maca e posteriormente é colocado um gel de contacto sobre a pele, onde vai ser aplicada a sonda ecográfica, em “varrimentos” sucessivos.

As imagens são observadas em tempo real e o médico ecografista examinador seleciona algumas dessas imagens para guardar e posteriormente imprimir. Estas imagens serão depois entregues ao utente e ao médico assistente, acompanhadas do respetivo relatório de interpretação 4.
No final do exame o paciente pode retomar a sua atividade normal, sem restrições.

Relativamente ao levantamento do exame, este encontra-se disponível, em média, após 3 dias úteis, mas este prazo pode ser significativamente encurtado em casos de urgência 4.

Grávida a fazer ecografia

Tipos de ecografia

Atualmente, existe a possibilidade de efetuar ecografia à maior parte dos órgãos, sendo as principais áreas descritas na tabela infracitada, onde consta também o tipo de preparação adicional e a eventual necessidade de jejum.

Tipo de ecografia Órgãos que avalia e patologias associadas Preparação
Ecografia abdominal Órgãos anexos do sistema digestivo (incluindo fígado, pâncreas e vesícula biliar) e baço. Jejum de pelo menos 6 horas
Ecografia pélvica Bexiga, próstata e vesículas seminais (no género masculino e bexiga e útero e ovários (no género feminino) Necessário a repleção da bexiga com água (bexiga cheia) (por via transretal é necessária uma limpeza retal com micro clister; por via transvaginal deve ser realizada fora da fase menstrual)
Ecografia da tiroide Nódulos tiroideus e hipo/hipertiroidismo. É um auxílio na biópsia. Sem preparação adicional
Ecografia prostática Patologias prostáticas, como hiperplasia benigna da próstata (HBP) e prostatite. Necessário a repleção da bexiga com água (bexiga cheia) (por via transretal é necessária uma limpeza retal com micro clister)
Ecografia renal e supra-renal Patologias renais e das vias urinárias (litíase renal, ITU de repetição, nefrite, tumores renais, quistos renais, etc.) Sem preparação adicional
Ecografia vesical (é comum ser associada com ecografia renal) Patologias da bexiga (cálculos urinários, divertículos, tumores, etc.) Ingestão de água (0.5 a 1 Lt de água) 30 minutos antes do exame. Se for calculado o resíduo pós miccional deve realizar nova ecografia após esvaziar a bexiga.
Ecografia das partes moles Avaliação de estruturas superficiais, como a pele e gordura subcutânea (na presença de tumefações, lipomas ou quistos) e dos músculos. Sem preparação adicional
Ecografia torácica A principal indicação é avaliar a presença de derrame pleural Sem preparação adicional
Ecografia escrotal Órgãos e estruturas do sistema reprodutor masculino, como testículos, epidídimo, cordão espermático e bolsas escrotais (infeções, tumores, hematomas, varicocelos, etc.) Sem preparação adicional
Ecografia peniana Patologias penianas, como curvatura peniana, massas, tumores, entre outras. Sem preparação adicional
Ecografia cerebral ou transfontanelar

Permite avaliar as lesões cerebrais, como também obter um prognóstico do desenvolvimento neurológico. Sem preparação adicional
Ecografia articular (ombro, tornozelo, punho e joelho são as principais articulações requisitadas)
Útil no diagnóstico de patologias relacionadas com músculos, ligamentos ou tendões. Sem preparação adicional
Ecografia das glândulas salivares
Permite avaliar as principais glândulas salivares, sendo essas as parótidas, submandibulares e sublinguais. Sem preparação adicional

Médico a preparar-se para fazer ecografia a paciente

Vantagens e desvantagens da ecografia

A ecografia é um tipo de MCDT que acarreta várias vantagens, sendo por isso utilizada de uma forma sistemática no auxílio de diagnóstico de diversas patologias. No entanto, também apresenta desvantagens e/ou limitações quando comparado com outros MCDT’s 2, 4.

Principais vantagens

  1. Não utiliza radiação, o que se traduz por ser um exame totalmente inócuo para o ser Humano.
  2. Indolor, rápido (realizado em média entre 5-10min, com exceção das ecografias que necessitem de avaliação mais aprofundada) e não invasivo (com exceção dos estudos endocavitários).
  3. Baixo custo relativamente à ressonância magnética e tomografia computorizada (TC).
  4. Não é afetada por objetos metálicos, como na ressonância magnética e a TC.
  5. Tem aplicação na maioria dos aparelhos e sistemas do corpo humano.
  6. É utilizada na orientação, controlando em tempo real o movimento da agulha, das citologias aspirativas e biópsias, reduzindo os riscos e permite também escolher a zona mais representativa da lesão.
  7. Exame de primeira linha no acompanhamento gestacional (datação da gravidez e screening de patologias congénitas).
  8. Exame facilmente disponível na generalidade das unidades de saúde.

Desvantagens/limitações

  1. Fortes limitações na avaliação das estruturas ósseas e de vísceras que contenham ar.
  2. Totalmente dependente do operador, sendo necessária experiência e qualificações prévias.
  3. No primeiro trimestre da gravidez o uso prolongado do eco doppler pulsado pode provocar aquecimento dos tecidos (sendo que nos equipamentos mais recentes há mecanismos de segurança).
  4. Menor capacidade de diagnóstico do que a TC e a RM em muitas situações clínicas.

Outras aplicações da ecografia

Eco doppler

É uma variação da ecografia convencional, que utiliza o efeito doppler para estudar o fluxo dos vasos sanguíneos (veias e artérias), avaliando assim, por exemplo, a presença de coágulos sanguíneos; oclusões arteriais; aneurismas e o funcionamento das válvulas das veias dos membros inferiores e cardíacas 5, 7.

Tal como acontece na ecografia tradicional, mediante o tipo de órgão/tecido a estudar, existem vários tipos de eco doppler, nomeadamente, eco doppler venoso/arterial dos membros inferiores, carotídeo, cardíaco, hepático, renal, testicular, obstétrico e transcraniano 5.

O seu tempo de execução, em média 20 minutos, é ligeiramente mais extenso que uma ecografia convencional, dadas as suas especificidades. Por outro lado, é um exame que em geral não necessita de preparação.

Ecografia de intervenção

Consiste na possibilidade de guiar ecograficamente a introdução de agulhas e cateteres em determinados órgãos, aquando da realização de procedimentos de diagnóstico ou tratamento, nomeadamente biópsia e drenagens, dispensando muitas vezes atos cirúrgicos mais invasivos. Este tipo de procedimentos pode acarretar algumas complicações, nomeadamente hemorragias.

É importante referir que os procedimentos de preparação podem variar, pelo que se aconselha pedir informações prévias na clínica/hospital onde realizar o exame.

TEM INDICAÇÃO MÉDICA PARA FAZER UMA ECOGRAFIA? NÃO ADIE.
Faça já a sua marcação online. É muito simples.

Marcar ecografia

+ Fontes

  1. Ultra Sound School. An Overview of Ultrasound History and Discovery. Disponível em: https://www.ultrasoundschoolsinfo.com/history/
  2. Radiopedia. Ultrasound. Disponível em: https://radiopaedia.org/articles/ultrasound-introduction?lang=us.
  3. MSDmanuals. Ultrassonografia. Disponível em: https://www.msdmanuals.com/pt-pt/profissional/t%C3%B3picos-especiais/princ%C3%ADpios-de-imagens-radiol%C3%B3gicas/ultrassonografia
  4. IMI. O que é a ecografia. Disponível em: https://imi.pt/pt/content/17-servios/76-o-que-a-ecografia?main=18&current=67
  5. Saude e Bem Estar. Imagiologia. Disponível em: https://www.saudebemestar.pt/pt/exame/imagiologia/
  6. Healthline. Ultrasound: Purpose, Procedure, and Preparation. Disponível em: https://www.healthline.com/health/ultrasound#followup
  7. DGS. Ecodoppler no contexto da realização de exames ecográficos. Disponível em: https://www.dgs.pt/directrizes-da-dgs/normas-e-circulares-normativas/norma-n-0382011-de-30092011-jpg.aspx
Tags
Unilabs Autor Unilabs

Presente em Portugal desde 2006, a Unilabs é líder nacional em Diagnóstico Clínico, com mais de 1000 Unidades de atendimento ao seu dispor. Serviços: Análises Clínicas, Cardiologia, Anatomia Patológica, Radiologia, Genética Médica, Medicina Nuclear, Gastrenterologia.