O Eco-Doppler é um exame de ultrassonografia que permite avaliar o fluxo dos vasos sanguíneos. É um exame simples e seguro.

O Eco-Doppler é um exame de ultrassonografia que permite estudar o fluxo sanguíneo das artérias e veias. Através de uma sonda acoplada a um ecógrafo, é possível visualizar em tempo real o comportamento vascular de determinada região anatómica. O Eco-Doppler tem aplicação no diagnóstico e seguimento de diversas patologias, sendo um exame com especial importância da prevenção de acidentes vasculares cerebrais.

Em que casos é indicado fazer um Eco-Doppler?

O estudo por Eco-Doppler é indicado em caso de:

  • Estenose (estreitamento) ou oclusão das artérias carótidas, hepáticas e renais;
  • Traumatismo crânio-encefálico;
  • Aneurisma;
  • Morte cerebral;
  • Doenças cardíacas congénitas e alterações valvulares;
  • Doenças dos membros inferiores, nomeadamente a doença arterial periférica e a trombose venosa profunda;
  • Doenças do aparelho reprodutor masculino (inflamações (orquite-epididimite), torção testicular);
  • Durante a gestação, para avaliação do fluxo sanguíneo do feto.

A importância do Eco-doppler na prevenção do AVC

As artérias carótidas são responsáveis pela vascularização cerebral. Quando existe uma interrupção no fluxo sanguíneo, as células ficam sem oxigénio e acabam por perder a sua função.

Quando se dá um AVC, geralmente estão presentes placas de gordura nas paredes das artérias (aterosclerose), o que causa o seu estreitamento e posterior oclusão. Aqui, o estudo por Eco-Doppler é fundamental na prevenção do AVC, uma vez que permite detetar atempadamente estas alterações e implementar terapêutica preventiva.

Médica radiologista a fazer eco-doppler nos membros inferiores de paciente

Como é realizado o Eco-Doppler?

1. História clínica

Primeiramente, o médico radiologista avalia o paciente, perguntando o motivo do exame, queixas e sintomas mais frequentes. Consoante a região em estudo, é pedido ao paciente que troque a sua roupa por uma bata e retire os objetos pessoais que possam interferir com a realização do exame.

2. Aquisição de imagens

Já com o paciente posicionado, é colocado um gel na região para melhorar a aquisição das imagens pela sonda ecográfica. Esta sonda encontra-se conetada ao ecógrafo, que vai receber e mostrar as imagens adquiridas no monitor e assim serem avaliadas pelo médico em tempo real.

3. Processamento

Posteriormente, estas imagens são guardadas e arquivadas em sistema ou dispositivo DVD e entregues ao paciente. É também entregue o relatório clínico, onde é documentado todo o exame e alterações significativas das estruturas estudadas.

Radiologista a fazer eco-doppler a grávida

Vantagens e desvantagens do Eco-Doppler

Vantagens

  • Não utiliza radiação ionizante;
  • Pode ser realizado por qualquer pessoa (adultos, crianças e grávidas);
  • É um exame indolor e não-invasivo;
  • Não é necessária qualquer tipo de preparação, exceto no estudo renal e abdominal onde é recomendado jejum de 4 a 6 horas;
  • É rápido (a sua duração é cerca de 20 minutos);
  • É um exame seguro e económico.

Desvantagens

  • A presença de gás intestinal e calcificações vasculares de grande dimensão, pode dificultar a avaliação das estruturas em estudo;
  • Necessidade de apneia respiratória no estudo abdominal – em caso de doentes pouco colaborantes, esta pode ser uma desvantagem significativa.

O Eco-Doppler é um exame com uma vasta aplicabilidade no estudo e seguimento de patologias. Sabe-se que nos países desenvolvidos, as doenças cardiovasculares são a principal causa de morte.

A obesidade, tensão arterial elevada, diabetes, níveis de colesterol elevados e o tabagismo, são os principais fatores de risco para desenvolver um AVC. Por ser uma doença silenciosa, a prevenção é fundamental.

O Eco-Doppler é um exame simples, indolor e facilmente acessível assumindo, por isso, um papel fundamental no diagnóstico das alterações vasculares que antecedem o AVC.

CUIDE DA SAÚDE DO SEU CORAÇÃO
Marque já o seu exame online. É muito simples!

Marcar exames

+ Fontes

  1. Direção-Geral da Saúde (2015). Eco Doppler Venoso dos Membros Inferiores: Indicações Clínicas e Metodologia de Execução. Disponível em: https://www.dgs.pt/directrizes-da-dgs/normas-e-circulares-normativas/norma-n-0302011-de-30092011-jpg.aspx
  2. Direção-Geral da Saúde (2015). Eco Doppler Arterial dos Membros Inferiores: Indicações Clínicas e Metodologia de Execução. Disponível em: https://www.dgs.pt/directrizes-da-dgs/normas-e-circulares-normativas/norma-n-0342011-de-30092011-jpg.aspx
  3. Direção-Geral da Saúde (2015). Eco Doppler Abdominal: Indicações Clínicas e Metodologia de Execução. Disponível em: https://www.dgs.pt/directrizes-da-dgs/normas-e-circulares-normativas/norma-n-0292011-de-30092011-jpg.aspx
  4. Associação Portuguesa de Cardiopneumologistas (2020). Ultrassonografia vascular. Acedido a 10 de Setembro de 2020. Disponível em: http://www.aptec.pt/paginas/aptec/cardiopneumologia/areas-de-intervencao/ultrassonografia-vascular.php
Tags
Unilabs Autor Unilabs

Presente em Portugal desde 2006, a Unilabs é líder nacional em Diagnóstico Clínico, com mais de 1000 Unidades de atendimento ao seu dispor. Serviços: Análises Clínicas, Cardiologia, Anatomia Patológica, Radiologia, Genética Médica, Medicina Nuclear, Gastrenterologia.