A Direção-Geral da Saúde reuniu algumas medidas preventivas da COVID-19 que podem realmente evitar a transmissão e a disseminação do novo coronavírus. Saiba quais.

Recentemente, a Direção-Geral da Saúde divulgou 5 regras simples e essenciais que podem fazer a diferença na transmissão do novo coronavírus. São elas: manter o distanciamento físico; usar máscara; cumprir a etiqueta respiratória; lavar as mãos; e utilizar a app StayAway COVID.

Porém, a estas ainda podemos somar outras medidas preventivas da COVID-19, igualmente capazes de evitarem o contágio pelo SARS-CoV-2. Fique a conhecer todas e coloque-as em prática no seu dia a dia.

8 medidas preventivas da COVID-19

Com as taxas de infeção pelo novo coronavírus a crescerem um pouco por todo o mundo, nomeadamente em Portugal, adotar medidas preventivas da COVID-19 é cada vez mais importante.

Por isso, o Serviço Nacional de Saúde e a Direção-Geral da Saúde têm disponibilizado nas suas páginas oficiais regras simples, mas essenciais, para conter a propagação massiva do novo coronavírus. Tome nota das principais 1.

1. Mantenha o distanciamento

O distanciamento físico consiste na redução do contacto próximo com todos aqueles que não pertencem ao nosso agregado familiar, de modo a diminuir o risco de transmissão do novo coronavírus 2.

Para cumprir com esta medida, é fundamental:

  • Manter um distanciamento de pelo menos 2 metros relativamente às outras pessoas;
  • Evitar o contacto com pessoas com sintomas suspeitos de infeção pelo SARS-CoV-2;
  • Adotar o teletrabalho, sempre que possível;
  • Recorrer, sempre que possível, ao contacto via telefone ou digital;
  • Agendar, sempre que possível, a ida a um estabelecimento ou serviço;
  • Não partilhar artigos pessoais com pessoas que não sejam do nosso agregado familiar;
  • Evitar ir a locais fechados com muita gente ou promover encontros e convívios com várias pessoas.

2. Use máscara

Mulher de máscara nos transportes públicos

O equipamento de proteção individual (EPI) serve para proteger as mucosas, a pele e a roupa do contacto com agentes infeciosos, nomeadamente com o novo coronavírus.

Entre este equipamento estão, por exemplo, as máscaras e as luvas. O uso de um ou mais destes tipos de equipamento depende do risco de exposição ao vírus, assim como da condição clínica e de saúde da pessoa.

Neste momento, o uso de máscara é obrigatório por pessoas com mais de 10 anos de idade:

  • Em espaços interiores fechados, como estabelecimentos comerciais, escolas, transportes públicos, entre outros;
  • Na via pública ou espaços públicos a céu aberto, sempre que o distanciamento físico não seja possível de manter;
  • Durante o Estado de Emergência, nos locais de trabalho.

Existem três tipos principais de máscaras: respiradores, máscaras cirúrgicas e máscaras comunitárias ou de uso social. (3)

Os respiradores são aconselhados aos profissionais de saúde. As máscaras cirúrgicas são recomendadas a pessoas:

  • Em estabelecimentos de atendimento ao público;
  • Em escolas;
  • Em transportes públicos;
  • Profissionais de saúde;
  • Doentes com COVID-19;
  • Com sintomas de infeção respiratória;
  • Cuidadoras de doentes com COVID-19;
  • Em instituições de saúde;
  • Com estados de imunossupressão;
  • Com doenças crónicas
  • Com mais de 65 anos de idade;
  • Em elevado risco de exposição ao vírus.

As máscaras comunitárias ou de uso social, com selo “Máscaras COVID-19 Aprovado”, devem ser usadas pela população em geral.

Como colocar e retirar a máscara corretamente?

Sempre que colocar ou retirar a máscara, lembre-se do seguinte passo a passo:

  • Lave as mãos, com água e sabão ou com uma solução à base de álcool;
  • Confira qual o lado interior e exterior da máscara e coloque-a adequadamente;
  • Ajuste-a à cabeça com os elásticos, sem os cruzar;
  • Ajuste, também, a banda flexível na cana do nariz, tapando a boca, o nariz e o queixo;
  • Evite tocar na máscara, enquanto a tiver colocada;
  • Substitua a máscara por outra, assim que a sinta húmida ou se já tiver colocada a mesma máscara há mais de 4 horas. Nesse caso, deve higienizar as mãos, antes e depois de colocar a nova máscara;
  • Quando quiser remover a máscara, deve segurar nos elásticos, fixados atrás das orelhas, de modo a não tocar na frente da máscara;
  • Descarte ou lave a máscara, em função de ser cirúrgica ou não-cirúrgica, respetivamente;
  • Lave as mãos, depois de remover a máscara.

3. Lave as mãos frequentemente

Lavar as mães corretamente

As mãos são um veículo de transmissão do novo coronavírus, bastando que para isso toquem numa superfície contaminada e, a seguir, entrem em contacto com o nosso rosto, nomeadamente com os nossos olhos, nariz ou boca.

Assim, lavar as mãos regular e corretamente com água e sabão é uma medida fulcral para prevenir o contágio pelo SARS-CoV-2. Aprenda como higienizar as mãos, durante cerca de 20 segundos:

  • Molhe as mãos com água;
  • Cubra as mãos com sabão;
  • Esfregue as palmas das mãos uma na outra;
  • Una as palmas das mãos e entrelace os dedos;
  • Esfregue rotativamente os dedos e a região do pulso;
  • Esfregue a ponta dos dedos na palma contrária;
  • Enxague as mãos com água abundante;
  • Seque bem as mãos num toalhete descartável ou numa toalha.

4. Não se esqueça da etiqueta respiratória

mulher a tossir para braço

É fundamental cumprir as regras da etiqueta respiratória, principalmente em contextos em que não estamos com máscara.

Estas normas consistem tão simplesmente em espirrar ou tossir para a dobra interna do cotovelo ou para um lenço de papel, o qual deve ser descartado de imediato.

5. Use a app StayAway COVID

A instalação e uso da app StayAway COVID é recomendada pela Direção-Geral da Saúde. Esta é uma aplicação móvel de rastreio de contactos que permite avisar o seu utilizador de que esteve próximo de outro ou outros utilizadores da app que, entretanto, foram diagnosticados com COVID-19.

Através da partilha desta informação, a app pode contribuir para a diminuição da disseminação do novo coronavírus, através da quebra de cadeias de transmissão da doença.

A aplicação está disponível para os sistemas operativos de iOS ou Android e para telemóveis com bluetooth. A confidencialidade e anonimato estão garantidos, já que os alertas são gerados tendo por base códigos. Sempre que seja notificado de que esteve perto de um caso positivo de infeção pelo SARS-CoV-2, deve entrar em contacto com a linha de Saúde 24 (808 24 24 24) 4.

6. Evite tocar na face

O vírus pode entrar no organismo através dos olhos, nariz e boca. Assim, é importante evitar levar as mãos à face sem que tenha as mãos devidamente higienizadas 5.

Quando tem a máscara colocada, é importante que esta esteja devidamente ajustada e confortável para evitar mexer nela enquanto a está a usar.

7. Esteja atento aos sintomas da doença

Mulher a verificar a febre

Nesta fase, é importante, mais do que nunca, estarmos atentos à nossa saúde e a qualquer sintoma suspeito de COVID-19. Neste momento, são sinais de alerta de infeção para o novo coronavírus: a tosse (seca e persistente), a febre (acima dos 38ºC), a dificuldade respiratória e a perda ou diminuição de paladar e/ou olfato.

Perante um ou mais destes sintomas, deve contactar de imediato a linha de Saúde 24 (808 24 24 24) e manter-se isolado, enquanto aguarda indicações de um profissional de saúde 1.

7. Higiene ambiental

Há ainda medidas de higiene ambiental que contribuem para diminuir o risco de contaminação pelo novo coronavírus. Algumas delas são 1:

  • Lavar a roupa frequente e corretamente e, se necessário, descontaminá-la;
  • Desinfetar regularmente as superfícies de sua casa;
  • Evitar o uso de ar condicionado ou de outros sistemas de ventilação, privilegiando a abertura das janelas e portas para fazer o arejamento dos espaços fechados;
  • Ter cuidados específicos com o tratamento de resíduos domésticos, especialmente se estiver infetado com o novo coronavírus 6.

Adotando todas estas medidas no seu dia a dia, conseguirá reduzir substancialmente o risco de ficar infetado e, consequentemente, de infetar todos os que estão à sua volta, principalmente aqueles que partilham a casa ou outros espaços consigo.

Siga as recomendações da Direção-Geral da Saúde, pois “cuidar de si é cuidar de todos”.

FAÇA A MARCAÇÃO DO TESTE À COVID-19 ONLINE!
É fácil, rápido e seguro.

Marcar teste

+ Fontes

  1. Serviço Nacional de Saúde. Prevenção. Disponível em: https://www.sns24.gov.pt/tema/doencas-infecciosas/covid-19/prevencao/
  2. Serviço Nacional de Saúde. Distanciamento. Disponível em: https://www.sns24.gov.pt/tema/doencas-infecciosas/covid-19/prevencao/medidas-preventivas/distanciamento/
  3. Serviço Nacional de Saúde. Equipamentos de proteção. Disponível em: https://www.sns24.gov.pt/tema/doencas-infecciosas/covid-19/prevencao/medidas-preventivas/equipamentos-de-protecao/
  4. Serviço Nacional de Saúde. App Stayaway COVID. Disponível em: https://www.sns24.gov.pt/guia/app-stayaway-covid/
  5. European Centre for Disease Prevention and Control. How to protect yourself and others. Disponível em: https://www.ecdc.europa.eu/en/covid-19/prevention-and-control/protect-yourself
  6. Serviço Nacional de Saúde. Prevenção. Ar condicionado e tratamento de resíduos. Disponível em: https://www.sns24.gov.pt/tema/doencas-infecciosas/covid-19/prevencao/medidas-preventivas/ar-condicionado-e-tratamento-de-residuos/#sec-2
Unilabs Autor Unilabs

Presente em Portugal desde 2006, a Unilabs é líder nacional em Diagnóstico Clínico, com mais de 1000 Unidades de atendimento ao seu dispor. Serviços: Análises Clínicas, Cardiologia, Anatomia Patológica, Radiologia, Genética Médica, Medicina Nuclear, Gastrenterologia.