Já todos ouvimos falar em suplementos alimentares, mas para muitos permanece a dúvida se a suplementação é ou não realmente necessária para o bem-estar do nosso organismo e para a nossa saúde.

Isto porque nem todos sabem para que servem exatamente os suplementos alimentares, quais os seus benefícios, mas também quais os riscos inerentes à sua toma. Continue a ler para esclarecer as suas dúvidas.

O que são suplementos alimentares?

Antes de mais, importa explicar o que são suplementos alimentares. Estes suplementos podem ser definidos como fórmulas que concentram nutrientes e outros compostos, como substâncias bioativas, enzimas ou probióticos em complemento à alimentação, e que atuam no nosso corpo não só a nível nutricional, como fisiológico.

jovem na cozinha a tomar o pós-treino

Como a sua designação indica, os suplementos não substituem uma alimentação saudável e equilibrada, mas apenas a suplementam, ou seja, complementam-na, de modo a prevenir défices ou carências nutricionais. 

Do mesmo modo, os suplementos também não servem como substitutos de quaisquer fármacos. 1

Tipos de suplementos disponíveis

mulher com suplementação na mão

Como já explicámos, os suplementos alimentares contribuem para o melhoramento do funcionamento fisiológico do nosso corpo, sem, contudo, serem capazes de tratar ou prevenir qualquer doença.

Assim, existem sobretudo três grupos de suplementos alimentares: 

  • Vitaminas/minerais (vitamina A, vitamina D, cálcio);
  • Plantas/extratos (Aloe vera, Gingko biloba, Panax ginseng);
  • Outras substâncias (fibras, ácidos gordos essenciais, probióticos, aminoácidos e enzimas).

Estes suplementos podem ser vendidos em cápsulas, pastilhas, comprimidos, pó, ampolas, frascos, gotas, entre outras formas possíveis. A dose diária recomendada varia de pessoa para pessoa, sendo que nunca deve exceder os 25g/25ml. 1

Prós da toma de suplementos alimentares

Além de evitar carências nutricionais, a toma de suplementos alimentares pode contribuir para o aumento da massa muscular, para a perda de peso e para um melhor desempenho desportivo.

grávida com suplemento na mão

Há grupos em particular que podem beneficiar, especialmente, destes suplementos, como é o caso dos: 2

  • Vegetarianos;
  • Grávidas;
  • Lactantes;
  • Séniores;
  • Crianças com menos de cinco anos de idade;
  • Atletas;
  • Pessoas com pele escura ou com exposição solar insuficiente;
  • Entre outros.

Contras da toma de suplementos 

No entanto, e apesar dos suplementos alimentares serem um produto de venda livre, não estando sujeitos à apresentação de qualquer receita ou prescrição médica, eles devem ser sempre tomados após indicação de um médico ou de um nutricionista, devendo cumprir-se a forma como o suplemento deve ser tomado, assim como a duração dessa toma.

homem com dor de cabeça no sofá

Importa dizer que a ingestão descontrolada de suplementos alimentares pode acarretar problemas de saúde e até agudizar a disfunção nutricional pré-existente.

Entre os efeitos adversos de uma suplementação não supervisionada estão: 3

  • Diarreia;
  • Vómitos;
  • Gases;
  • Confusão mental;
  • Formigueiro;
  • Dores de cabeça e/ou musculares;
  • Diminuição da coordenação muscular;
  • Pele seca;
  • Queda de cabelo.

Suplementos alimentares: sim ou não?

paciente em consulta com nutricionista

Em síntese, a resposta a esta pergunta não pode ser nem “sim”, nem “não”, uma vez que tudo depende do estado de saúde da pessoa e também do modo como o suplemento é tomado.

Assim, antes de mais, é imprescindível que os suplementos alimentares sejam tomados após recomendação de um especialista e nunca por iniciativa do indivíduo. Além disso, é fundamental que a dosagem dos suplementos e a duração da sua toma sejam respeitadas, como se se tratasse de um medicamento. 4

Os pacientes devem ser devidamente acompanhados durante o uso de suplementação. Contudo, é sempre imperativo tentar recorrer a uma boa alimentação, uma vez que as refeições variadas podem conseguir satisfazer todas as suas necessidades e evitar a insuficiência nutricional do organismo.

Conclusão

A toma de suplementos alimentares não é algo de que todos necessitamos. Porém, há algumas pessoas que, em determinados momentos da vida, podem beneficiar destes suplementos. 

Para saber se é esse o seu caso, deve consultar um especialista que avalie a sua condição nutricional e, posteriormente, lhe dê todas as indicações quanto aos suplementos alimentares de que necessita, em que porção e durante quanto tempo.

Nunca se esqueça, todavia, que o mais importante é apostar sempre numa dieta rica e variada, pois esse é o meio mais saudável de prevenir carências nutricionais de um modo natural e equilibrado. 4

NÃO DESCURE DA SUA SAÚDE E FAÇA ANÁLISES COM REGULARIDADE!
Faça as suas marcações online, de forma cómoda e rápida.


Marque agora

+ Fontes

  1. À Roda da Alimentação. O que são suplementos alimentares e para que servem. Disponível em: https://www.arodadaalimentacao.pt/alimentacao/suplementos-alimentares/
  2. Mayo Clinic. (2020). Supplements: Nutrition in a pill? Disponível em: https://www.mayoclinic.org/healthy-lifestyle/nutrition-and-healthy-eating/in-depth/supplements/art-20044894
  3. Lima, Rita. (2016). Suplementos ou Alimentos : qual a melhor opção? Disponível em: https://www.vidaativa.pt/suplementos-ou-alimentos/
  4. EUFIC. (2013). What are Food Supplements and Who Needs Them? Disponível em: https://www.eufic.org/en/healthy-living/article/food-supplements-who-needs-them-and-when
Unilabs Autor Unilabs

Presente em Portugal desde 2006, a Unilabs é líder nacional em Diagnóstico Clínico, com mais de 1000 Unidades de atendimento ao seu dispor. Serviços: Análises Clínicas, Cardiologia, Anatomia Patológica, Radiologia, Genética Médica, Medicina Nuclear, Gastrenterologia.