A sensação de enfartamento decorre, habitualmente, de uma digestão mal feita, a qual pode decorrer de excessos alimentares. Por esse motivo, esta circunstância é muito comum em festas, como o Natal ou a Passagem de Ano. 

Além de comer excessivamente, a sensação de enfartamento pode também advir do sedentarismo, de uma má mastigação dos alimentos, da mistura de alguns ingredientes e/ou da sobreposição de digestões, ou seja, comer quando a digestão anterior ainda não foi concluída. 

Saiba, agora, como prevenir ou diminuir a sensação de enfartamento.

12 dicas que ajudam a reduzir a sensação de enfartamento

A sensação de enfartamento é, geralmente, um sintoma de dispepsia, ou seja, de indigestão. Além de causar desconforto, pode acarretar outras complicações. 

Por isso, mesmo durante as épocas festivas, é importante moderar aquilo que come, mastigar bem e calmamente os alimentos e movimentar-se, de forma a evitar o sedentarismo.

1. Intercalar refeições

Tente alternar entre refeições mais calóricas e “pesadas” e refeições mais leves e equilibradas. Para isso, pode incluir no menu das festas produtos mais ligeiros como sopas ou chás, por exemplo.

2. Comer ananás

Incluir ananás nos dias de festas é uma boa sugestão, já que este fruto contém bromelina, substância que melhora a digestão e o funcionamento do nosso sistema digestivo.

jovem a beber chá

3. Beber chá ou sumo

O gengibre é anti-inflamatório e ajuda a reduzir as náuseas e o mal-estar digestivo. Por isso, após o almoço e o jantar de Natal ou de Passagem de Ano, deve beber um pouco deste chá para melhorar a digestão. 

Outras opções são ainda o chá de menta, que também possui propriedades benéficas para evitar problemas gastrointestinais e digestivos, ou as infusões de erva-príncipe, hortelã-pimenta e dente-de-leão. 

Caso não seja apreciador de chá, também pode optar por beber um sumo natural de limão ou de maçã.

4. Moderar a ingestão de bebidas alcoólicas e de refrigerantes

As bebidas alcoólicas são calóricas e dificultam a digestão. Por isso, o consumo excessivo de álcool contribui para a sensação de enfartamento. O mesmo pode ser dito dos refrigerantes. 

Deste modo, é sensato intercalar a ingestão de bebidas alcoólicas e de refrigerantes com água.

jovem a praticar exercício físico

5. Fazer atividade física

O movimento físico ativa o corpo, liberta toxinas, elimina calorias e acelera o funcionamento do organismo, evitando a sensação de enfartamento. 

Portanto, embora o exercício físico não seja recomendado logo após as refeições, as caminhadas e os passeios são sugestões muito aconselháveis em dias em que se come acima do habitual. 

Além disso, não é de todo recomendado ficar sentado ou deitar-se, após as refeições. Recomenda-se esperar pelo menos três horas antes da última refeição para se deitar.

6. Evitar alimentos com muita gordura e/ou ácidos

Claro que não é fácil cumprir esta medida na época festiva, mas deve moderar o consumo de ingredientes como: fritos, carnes gordas, queijos e enchidos. 

A gordura torna a digestão mais lenta, favorecendo o aparecimento de sintomas como a sensação de enfartamento.

mulher com punhado de frutos secos

7. Ter cuidado com os snacks

Nos dias festivos, não basta ter cuidado com as refeições principais, mas também com os aperitivos que se vão ingerindo ao longo do dia. 

Moderar o seu consumo é essencial para evitar a indigestão e a sensação de enfartamento ou, então, optar por snacks saudáveis como frutos, vegetais, frutos secos e sementes.

8. Controlar as porções de alimentos

A técnica clássica de usar um prato mais pequeno para comer continua a ser eficaz, pois evita que se exagere nas porções de alimentos ingeridos.

homem a comer taça com iogurte e frutos

9. Comer calmamente

Aproveite que nos dias de festa tem tempo e coma devagar, mastigue bem e dê tempo para que o corpo se aperceba daquilo que está a ingerir.

10. Cozinhar e comer, em simultâneo

Nos dias de festa, é comum que a pessoa que está a cozinhar vá petiscando o que está a confecionar, o que pode contribuir para um excesso alimentar que provoca a tal sensação de enfartamento.

jovem a cozinhar saudável

11. Selecionar os pratos favoritos

As épocas festivas são ricas em pratos calóricos e também numerosos. Para evitar a sensação de enfartamento, não deve ceder à tentação de comer tudo o que tem à sua disposição e escolher antes os seus petiscos favoritos.  

12. Modificar as receitas

Já há muitas opções de receitas natalícias saudáveis que, através da alteração de alguns ingredientes, conseguem-se pratos mais equilibrados e, ao mesmo tempo, de mais fácil digestão.

Procure pôr em prática estas dicas e vai ver que vai conseguir evitar a sensação de enfartamento, sem precisar de recorrer a medicamentos ou a fármacos e sem deixar de usufruir das melhores iguarias de final de ano.

Se pretende fazer um teste de intolerância alimentar nós ajudamos!
Tire todas as suas dúvidas acerca deste tema.

Consulta toda a informação aqui

+ Fontes

  1. Healthline. (2019). 20 Tips to Avoid Weight Gain During the Holidays. Disponível em: https://www.healthline.com/nutrition/tips-to-avoid-holiday-weight-gain#TOC_TITLE_HDR_2
  2. Mayo Clinic. (2020). 7 tips for reining in holiday overeating. Disponível em: https://www.mayoclinichealthsystem.org/hometown-health/speaking-of-health/7-tips-for-reining-in-holiday-overeating
  3. WebMD. (2011). Winter Holidays, Upset Stomachs. Disponível em: https://www.webmd.com/digestive-disorders/features/winter-holidays
  4. Colon & Rectal Surgery Associates. How to Prevent Unhealthy Eating Habits and Stress That Cause Digestive Discomfort During the Holidays. Disponível em: https://www.colonrectalcenter.com/how-to-prevent-unhealthy-eating-habits-and-stress-that-cause-digestive-discomfort-during-the-holidays/
Tags
Unilabs Autor Unilabs

Presente em Portugal desde 2006, a Unilabs é líder nacional em Diagnóstico Clínico, com mais de 1000 Unidades de atendimento ao seu dispor. Serviços: Análises Clínicas, Cardiologia, Anatomia Patológica, Radiologia, Genética Médica, Medicina Nuclear, Gastrenterologia.