A Direção-Geral da Saúde já partilhou algumas medidas e recomendações para a celebração das festividades do fim de ano, em contexto de pandemia. Há boas práticas de saúde em eventos que importa ter nesta fase do ano, não só devido ao Sars-Cov-2, como a outros vírus que se disseminam mais intensamente nesta altura. 

Os dias do Natal e da Passagem de Ano são o ponto alto destas festividades, embora antes destas datas ser também frequente existirem vários jantares e convívios entre amigos e colegas de trabalho, com o objetivo de comemorar antecipadamente estas festas.

Por isso, é importante perceber quais as boas práticas de saúde em eventos que devemos assumir.

Boas práticas de saúde em eventos: as preocupações dos especialistas

Antes de mais, importa fazer um ponto da situação pandémica atualmente vivida no nosso país. 

Em Portugal, os números de infeções por Covid-19 têm vindo a aumentar e os especialistas do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge temem que as épocas festivas do final de ano sejam dos momentos que mais vão contribuir para que o país entre numa situação mais crítica, logo em janeiro de 2022.

vacina contra o coronavírus

Outro dos aspetos a considerar é que as temperaturas baixas que caraterizam o inverno favorecem a propagação de outros vírus respiratórios, além do novo coronavírus. 1

Então, quais são as boas práticas de saúde em eventos que devemos adotar? 

No final de 2020, Portugal encontrava-se em Estado de Emergência e, por isso, os dias de Natal foram vividos com várias restrições e limitações, nomeadamente ao nível da circulação, dos horários de funcionamento dos espaços e das regras em geral. 2

No entanto, atualmente, a situação é ligeiramente diferente, embora continue a ser necessário tomar algumas precauções.

Prova disso é que no passado dia 21 de dezembro, o Primeiro-Ministro António Costa anunciou novas medidas de restrição que entrarão em vigor no dia 25 de dezembro, de modo a prevenir os contágios durante e depois das festas.

amigos a cumprimentarem-se com cotovelo

Não tem a certeza sobre os seus sintomas? Esteve em contacto com alguém positivo? Precisa de viajar?
Na Unilabs fazemos testes à Covid-19 de forma segura e confortável!

Faça a sua marcação

Além disso, a Direção-Geral da Saúde também já deixou algumas recomendações para viver com maior segurança esta altura do ano. 

Aqui ficam alguns dos seus conselhos e outras boas práticas de saúde em eventos que reunimos para si. 4

Agendar a vacinação

Antes das festas, trate de agendar a sua vacinação contra a Covid-19, caso ainda não tenha sido vacinado ou já seja elegível para a dose de reforço da vacina contra a Covid-19.

Testar-se

Realize testes PCR, rápidos (TRAg) ou auto-testes, antes de se reunir em festas ou convívios. Esta é uma maneira de despistar eventuais infeções pelo novo coronavírus e prevenir a sua transmissão.

Usar máscara

Antes e depois das refeições, é aconselhável colocar máscara, de modo a evitar a propagação de aerossóis que podem estar contaminados com o novo coronavírus ou com outros vírus.

Isolar-se, se estiver doente

Não importa se é um caso suspeito de Covid-19 ou se, simplesmente, está gripado. Se tiver uma doença que se possa propagar através de gotículas ou pelo ar, não deve participar em eventos, sob pena de contaminar os outros participantes do convívio.

Preferir espaços exteriores e arejados

Sabemos como é difícil cumprir esta medida, tendo em conta que as festividades do final do ano ocorrem numa época em que as temperaturas estão particularmente baixas. 

Ainda assim, sempre que possível, areje o espaço e deixe o ar circular, de modo a dificultar a propagação de vírus.

Limitar o número de pessoas presentes nas festividades

Embora já não estejamos sujeitos às mesmas regras de limitação no que toca a ajuntamentos de pessoas dentro de casa, é certo que concentrar muitas pessoas, sobretudo num espaço fechado, aumenta a probabilidade de haver transmissão de vírus. 

Assim, continua a ser preferível organizar várias celebrações em pequenos grupos do que grandes ajuntamentos, levando em consideração o número de convidados, que deve ser planeado de acordo com o ambiente onde as festividades serão realizadas.  

higienizar e desinfetar as mãos

Higienizar frequentemente as mãos

Este é um hábito que deve ser sempre incorporado nas rotinas diárias de todos nós. Por isso, é importante ir lavando e desinfetando as mãos ao longo da festa, seja antes ou depois de comer, seja antes e depois de tocar nos objetos e nas superfícies.

Respeitar a etiqueta respiratória

Mesmo que todos se disponham a estar a conviver com a máscara colocada, a verdade é que haverá sempre um momento em que a máscara é retirada: quando chegar o momento de comer.

Por isso, nunca é demais insistir na importância de cumprir a etiqueta respiratória, ou seja, espirrar ou tossir para a dobra interna do cotovelo.

Adotando estas boas práticas de saúde em eventos, conseguirá conviver e divertir-se sem pôr em risco o seu bem-estar e o bem-estar dos outros. 

Planifique bem as suas festividades de final de ano, sem se esquecer que ainda estamos a viver uma pandemia.

+ Fontes

  1. Dinheiro Vivo. (2021). Covid-19: Natal e Ano Novo podem fazer passar as linhas vermelhas. Disponível em: https://www.dinheirovivo.pt/geral/covid-19-natal-e-ano-novo-podem-fazer-passar-as-linhas-vermelhas-14128408.html
  2. COVID-19. (2020). Medidas para o Natal e Ano Novo já são conhecidas. Disponível em: https://covid19.min-saude.pt/medidas-para-o-natal-e-ano-novo-ja-sao-conhecidas/
  3. Serviço Nacional de Saúde. (2021). Situação de alerta. Disponível em: https://www.sns24.gov.pt/tema/doencas-infecciosas/covid-19/situacao-de-alerta/#sec-0
  4. Direção-Geral da Saúde. (2021). Festas Seguras. Disponível em: https://www.dgs.pt/em-destaque/festas-seguras-pdf.aspx
Unilabs Autor Unilabs

Presente em Portugal desde 2006, a Unilabs é líder nacional em Diagnóstico Clínico, com mais de 1000 Unidades de atendimento ao seu dispor. Serviços: Análises Clínicas, Cardiologia, Anatomia Patológica, Radiologia, Genética Médica, Medicina Nuclear, Gastrenterologia.